17 dezembro 2012

Papai Era Um Marinheiro



Vovô era um mineiro
E ele me deu minha arte negra
Jogou poeira de carvão nos rios
Partiu nossa país em pedaços,

Coberto de poeira de carvão
Acordando cedo demais pela manhã
Coberto de poeira de carvão
Esperando o momento em que o canário cantasse

Mamãe era uma sereia
E uma garota da Rua Carnaby
Ela poderia ter sido uma modelo
Mas ela passou a vida enxugando o leite derramado

Coberto de sal marinho
Ele poderia, ele iria estar em casa quando as estrelas surgissem para a festa?
Coberto de sal marinho,
Sim, eu sei que a culpa foi minha,
Que ele sempre fugia porque não me queria.

Oh, papai era um marinheiro
E ele me deu um coração negro
Oh, papai era um marinheiro
O único homem que poderia me despedaçar

Papai, Papai, Papai, Papai, Papai,
Papai, Papai, Pa-pai.

Minha irmã dança salsa
E ela faz cha-cha como uma rainha
Eu era uma descrente quando ela me disse que eu era livre

Tia Emmy era uma médium,
Oh, ela trabalhou com o tabuleiro Ouija,
Procurando pelas almas perdidas,
E levando-as de volta para o Senhor.

Oh, papai continuava a ser um marinheiro
E ele me deu um coração negro,
Oh, papai era um marinheiro,
O único homem que poderia me despedaçar

Oh, Papai, Papai, Papai, Papai, Papai,
Papai, Papai, Papai, Papai, Papai,
Ahh, Ahh, Ahh, Ahh,
Ahh, Ahh a.

Nenhum comentário :

Postar um comentário